A Feira Mundial de 1893 foi o marco que nomeou Chicago como “A Cidade Branca”, morada do terrível serial killer

Que esteja anunciado!

Chicago será a sede da World Columbian Exposition em comemoração à chegada de Cristóvão Colombo em nossas amadas terras americanas em 1492!

Do fogo que devastou a cidade levando-a às ruínas, não lamentemos mais, a madeira velha trará lugar para o progresso, representado em grandes estruturas de aço, vidro e cimento. Faremos dessa cidade a supremacia cultural do nosso século, deixando para trás grandes metrópoles como Nova York e Washington. As mais magníficas invenções e o otimismo estarão refletidos nos âmbitos da arquitetura, do saneamento, das artes e da indústria.

200 Estruturas planejadas pelo arquiteto Daniel Burnham, seis meses de duração e mais de 27 milhões de visitantes é o que esperamos. Pavilhões de 46 países da Europa, Ásia e África se estenderão da Avenida Cottage Grove até o Lago Michigan e ocuparão a área da que fica entre a 56th Street à 67th Street.

E lembrem-se! Esperamos um recorde de visitação no dia 9 de outubro, não deixem de comparecer a’O Dia de Chicago!

Desde o dia 4 de abril está aberta a campanha de financiamento coletivo no Catarse para a publicação do livro H. H. Holmes – o 1º serial killer americano, tradução da biografia redigida pelo próprio assassino no corredor da morte e lançada em 1895.

O projeto é uma tradução inédita no Brasil. E além dela, vamos adicionar recortes fac-símile dos jornais da época que noticiavam sobre Holmes, um prefácio feito pelo Dr. Cristian Dunker (psicanalista e professor da USP) e um postfácio pelo Coordenador-chefe do Boletim do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCRIM, 2019) Luigi Barbieri Ferrarini, afinal queremos palavras de contraponto com a narrativa do assassino-biógrafo.

A feira Mundial de 1893

Eis que em 1890 o Presidente William H. Harrison realiza divulga a escolha da cidade para a Exposição Universal de 1893. Estava declarado o plano da feira, a cidade planejada, a terra dos sonhos, dos negócios e do turismo. E certamente não apenas os organizadores tiraram proveito dos encantos aos olhos dos turistas.

world columbian fair.jpgO avanço tecnológico sempre esteve presente no sonho americano. O que impressiona é quando a sede de grandiosidade e sangue, como foi a de Holmes, transformam o progresso em armadilha.

Foi durante os anos anteriores a comemoração dos 200 anos da chegada de Colombo à América que o famigerado médico e estelionatário planejou e arquitetou o cenário perfeito para seus crimes.

Para manter o personagem ele não apenas escolheu um nome em especial, como também estabeleceu moradia numa das cidades mais almejadas da época. Chicago, que ficou conhecida como Cidade Branca não poderia ser menos grandiosa e esplendorosa para a mente do Dr. Holmes praticar suas matanças.


CONHEÇA O PROJETO E APOIE! FAÇA O LIVRO SER PUBLICADO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: