Você pode registrar o seu livro de maneira rápida e eficiente online! Saiba como.

No universo conturbado das criações artísticas e dos direitos autorais, nem sempre os escritores conhecem a melhor forma de proteger as obras do plágio. Quem já vivenciou a necessidade de comprovar a autoria de uma produção artística sabe a dor de cabeça que esse processo pode gerar. Isso porque nem sempre qualquer coisa que é capaz de provar, diante de um tribunal do próprio país ou mesmo de outros lugares do mundo, que aquela obra seja realmente de determinado autor que esteja pedindo pelo reconhecimento da autoria sobre ela – especialmente quando uma outra pessoa também alega ser o verdadeiro autor e também pode leva provas próprias, mesmo que falsas.

Uma rota de fuga mais eficaz (e barata) contra o plágio

 

Juiz

Imagem: Pixabay

Nem sempre um simples arquivo de computador ou um registro de mensagens de Whatsapp, por exemplo, são capazes de comprovar totalmente que o direito autoral de determinada obra é seu. Embora os registros não sejam obrigatórios para dar a garantia do direito autoral, podem ser melhor forma para proteger a sua criação das ações de plagiadores e de outros que possam se aproveitar de sua obra.

Por isso, na promessa de minimizar qualquer risco de ter a propriedade intelectual roubada por alguém, o site Avctoris.com oferece, aos escritores e outros criadores, um serviço de proteção e gestão dos direitos autorais com garantia de reconhecimento em mais de 170 países (segundo palavras da própria startup). Por trás desse registro oferecido, a ideia é que existe uma série de tecnologias capazes de comprovar, juridicamente, que aquela obra é realmente da pessoa que a registrou, diferente de outros meios que possam ser mais facilmente questionados por algum tribunal – inclusive podendo superar meios mais tradicionais como os do registro feito pela Biblioteca Nacional, por exemplo.

 

Avctoris

Imagem retirada do site oficial, explicando o nome da startup. O nome teria sido escolhido por que a palavra [auctoris] vem do latim e significa “autor de”, ou seja, justamente a ideia de atribuir propriedade a algo.

Além da promessa de mais segurança à propriedade intelectual da obra, seja nacional ou internacionalmente, o serviço da Avctoris, por registro, tem um preço bem mais acessível do que aqueles previstos na tabela da Biblioteca Nacional. E nada de precisar imprimir o seu catatau de páginas (caso queira registrar um livro), encadernar e ter que mandar pelos correios a sua obra. O processo todo pode ser feito online (sim, o pagamento também, claro!) e você pode salvar o certificado (digital) em quantos lugares quiser. Ah! E a ideia é que ele saia em no máximo 24 horas (depois disso, o site orienta que você entre em contato com eles para saber o que aconteceu). Isso quer dizer que o trabalho é mínimo e nada de precisar esperar dias e mais dias até obter a resposta sobre o seu registro.

Mais econômico e muito mais rápido!

 

Registro Biblioteca Nacional

O preço por registro na Avctoris é de R$ 19,97. Na Biblioteca Nacional o pedido de um registro simples custa R$40,00 pra quem não tem desconto, sem falar nos gastos para impressão e envio da obra impressa.

Parece bom demais pra ser verdade? Então dá uma conferida no site da Avctoris, uma olhadinha em dois textos que me ajudaram a escrever esse post (um do hypesciense.com, “Brasileiro cria site para comprovar direitos autorais de forma rápida e fácil”, e outro do chiefofdesign.com.br, “Avctoris é confiável?”) e compare com o que há nas informações de registros da Biblioteca Nacional. No site da Avctoris e da também da Biblioteca Nacional você também encontra informações sobre os tipos de obras que são passíveis de registro por cada uma e também sobre como são os processos para registro feito por essas instituições.

Por fim, sugestões de pesquisa e leitura para os mais desconfiados ou só interessados em entender mais sobre a questão da propriedade intelectual e também que queiram tirar suas próprias conclusões sobre o que é melhor para assegurar o seu direito autoral: conheça a Lei de Propriedade Intelectual (Lei 9.279 de 1996), procure conversar com quem já fez o registro de uma obra e procure conhecer as experiências de quem já teve problemas com plágio. Além disso, existem vários relatos na internet de escritores que foram atrás de registrar seus livros por algum meio, etc. A respeito da Actoris, na página da startup no Facebook é possível ler alguns relatos de pessoas que já utilizaram o serviço.

Agora, você já sabe como fazer para registrar o seu livro de maneira simples, rápida e eficiente!

E como a gente acredita no trabalho de caras como o Rudinei e como você, apoiamos totalmente o uso da Avctoris, que não deixou absolutamente nada a desejar. Então, acesse o site, e, se você adquirir o serviço deles utilizando este link, pode falar com a gente aqui do Laboralivros, pois vamos te dar um espaço de divulgação na revista Tudo éX Texto gratuitamente por 3 meses 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: